sábado, 28 de fevereiro de 2009

Semana da Leitura






A Biblioteca Escolar/Centro de Recursos Educativos, os docentes de Ler+, PNEP e Língua Portuguesa vão levar a cabo um concurso literário, com o objectivo de elevar os níveis de literacia dos alunos do Agrupamento de Escolas de Idanha-a-Nova, através da promoção do gosto pela leitura e da divulgação de livros e autores.
O concurso destina-se aos alunos dos 1º, 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico do Agrupamento de Escolas de Idanha-a-Nova que queiram participar e consta de 10 perguntas de compreensão sobre o conto e 5 perguntas com jogos lexicais.
1. Cada ano/ciclo de escolaridade selecciona um livro para ser objecto de leitura;
2. Cada professor selecciona do conjunto da sua turma 4 alunos que constituirão a equipa que a irá representar;
2.1. Esta selecção faz-se mediante um questionário ou outro registo criterioso durante a semana de 9 a 13 de Fevereiro;
3. A constituição da equipa é entregue pelo professor na Biblioteca para afixação e divulgação até dia 20 de Fevereiro;
4. Cada turma elabora um total de 10 questões a entregar na Biblioteca até dia 20 de Fevereiro;
5. Cada cartão contém a pergunta e a resposta correcta, com indicação da página da obra, para verificação;
6. As questões e as respectivas respostas são escritas em cartão, com o logótipo do concurso, a fornecer pela Biblioteca Escolar;
7. O calendário das etapas é o seguinte:
 visionamento da história multimédia O Guarda da Praia de Maria Teresa Maia Gonzalez - 2 a 6 de Fevereiro (2º ciclo);
 aplicação do questionário para selecção das equipas do 2º ciclo: 9 a 13 de Fevereiro;
 entrega das 10 perguntas com soluções - 20 de Fevereiro;
 constituição das equipas - 20 de Fevereiro;
 concurso Ler Dá Gozo - de 2 a 6 de Março concursos inter-turmas;
 Festival da Primavera - entrega dos prémios dos concursos Ler Dá Gozo, Figura Mistério, Enigmas, Bibliop@per e aos vencedores do Concurso Nacional de Leitura (patrocínio da Porto Editora).
Os jogos lexicais constam de translineação, sinónimos, antónimos, expressões idiomáticas, masculino/feminino, palavra correcta, discurso indirecto, provérbios e processos de formação de palavras.
Em caso de dúvida haverá recurso a um júri composto pelos professores das turmas.
Os textos produzidos e a reportagem decorrentes do concurso serão publicados no boletim d@qui biblioteca, no site http://crejsr.googlepages.com e no blog da biblioteca;
Ao longo da semana:
Oferta de um lápis com um pequeno texto
Exposição de poesia pela escola e leitura expressiva de poemas;
CONCURSO LITERÁRIO “LER DÁ GOZO" - 5º 9º anos;
Divulgação no blogue da biblioteca de fichas de leitura acerca de livros lidos e apresentados em Ler+ - alunos do 9º ano

No Festival da Primavera: 24,25 e 26 de Março
Exposição de materiais produzidos para a Semana da Leitura, do PNEP, reportagens fotográficas de actividades promocionais da leitura;
Dramatização de "O gato e o escuro", de Mia Couto pelos alunos do 7ºC a alunos do 1º ciclo;
Dramatização de“O Nabo Gigante” dos alunos do 3º ano da EB 1 de Idanha-a-Nova a 2 turmas de 1º ciclo ( Relva e Penha Garcia);
Era uma vez… “O sapo Apaixonado” a 2 turmas de 1º ciclo (a seleccionar em Ladoeiro e Zebreira);
Teatro “A Festa das Flores” alunos do 6ºA, com coreografia da professora de Educação Física Ana Margarida e seguido de momento musical com a Banda Raia que a Parta (2 músicas da responsabilidade do professor Tó Pedro: Semente e Uma Flor…)
Concurso Nacional de Leitura – participação de 3 alunos do 3º ciclo e 3 alunos do Secundário na 2ª fase –Biblioteca Municipal do Fundão
Entrega de prémios e certificados:
6 prémios e certificados - Concurso Nacional de Leitura (com apoio da Porto Editora)

Secundário - Filipe Dias, 10º A, Eduardo Sousa, 11º A e Pedro Nunes, 10º A.
3º Ciclo - Alexandra Nabais, 7º A, Maria João Flor, 8º A, Sara Malhadas.
20 certificados - Concurso Ler Dá Gozo
4 alunos do 5º ano, 4 alunos do 6º ano, 4 alunos do 7º ano, 4 alunos do 8º ano e 4 alunos do 9º ano.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009


Amanhã é a vez de os alunos da EB1 de Relva visitarem a nossa biblioteca, lerem a história do Sapo Apaixonado, participarem na oficina de pintura e nas actividaddes de Ciências Experimentais!

Fernando Namora escreveu assim sobre Monsanto: "Monsanto é um morro eriçado de penhascos; as leivas, extensas, duma cor árida e uniforme, vêm de longe morrer junto dos barrocais. É um morro bárbaro, medonho e orgulhoso como as águias que roçam pelos píncaros. Ergue-se de improviso perante a planície, e a terra solta mede-se aos palmos: pedra, granito negro, veredas incríveis assentes em rocha ziguezagueando até às portas do Castelo".
Fernando Namora, exerceu clínica em Monsanto entre 1944 e 1946.

Ler+ com o 7ºano, turma A ou uma leitura a pares com os alunos da EB1 de Penha Garcia

Os alunos do 7ºA leram o livro de Mia Couto O gato e o escuro aos alunos da EB1 de Penha Garcia. Dramatizaram a história de um gato que adoptou o escuro e, em troca, os alunos de Penha Garcia dramatizaram a história de um sapo que se apaixonou por uma pata.
A directora de turma, que faz parte da equipa da biblioteca, professora Lucília Flor, caracterizou os actores e a professora de Língua Portuguesa e Ler+, professora Anabela Estrela, preparou a dramatização.





sábado, 21 de fevereiro de 2009

Biologia...uma Animação - com os alunos da EB1 de Penha Garcia

Era uma vez....O Sapo Apaixonado contado aos alunos de Penha Garcia







Alunos da EB1 de Penha Garcia visitam Escola José Silvestre Ribeiro

Os alunos da Escola Básica de 1º Ciclo de Penha Garcia deslocaram-se, no passado dia 19 de Fevereiro, à Escola José Silvestre Ribeiro, onde assistiram e participaram numa série de actividades organizadas pela BeCre, 7ºC e Curso de Animação Sociocultural.

Este foi um dia animado, tendo os alunos começado por participar numa aula de Inglês, dinamizada pelo professora Ivonne Perez. Assistiram, posteriormente, à dramatização, com fantoches, da história do “Sapo Apaixonado” à qual se seguiu a dramatização, pela turma C do 7ºano, da história de Mia Couto, “O gato escuro”. Posto isto, os alunos do Curso Profissional de Animador Sociocultural, orientados pela professora Sandrina Ginja, apresentaram a actividade “Biologia…Uma animação” a qual consistiu na demonstração de experiências variadas nas quais os visitantes participaram activamente. Para terminar em grande nada melhor do que um divertido e…..afinado Karaoke e a distribuição de algumas lembranças



No final, embora cansados, todos, organizadores e participantes, foram unânimes em considerar ter sido "um dia em cheio"!!!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Joaquim, o último dos profetas, pela pena do escritor beirão António Fidalgo



Proposta de leitura:
"Joaquim, o último dos profestas", livro publicado pelas Edições Cotovia (Lisboa), em 1993, é a primeira obra de ficção do escritor António Fidalgo (1956-    ), um beirão, professor de Semiótica na Universidade da Beira Interior (Covilhã) e que ensinou Filosofia e Teologia na Universidade Católica de Lisboa.

A obra começa assim:
«Nos nossos dias, em que o papa é João Paulo II e António o patriarca de Lisboa, Deus dirigiu a sua palavra a Joaquim, filho da viúva Isaura, quando guardava o rebanho de cabras e ovelhas nos campos de Idanha [destaque nosso]

Mais sobre o autor:
http://porbase.bnportugal.pt/ipac20/ipac.jsp?session=12E4979218XW2.46825&profile=porbase&source=~!bnp&view=subscriptionsummary&uri=full=3100024~!760002~!12&ri=3&aspect=basic_search&menu=search&ipp=20&spp=20&staffonly=&term=Fidalgo%2C+Ant%C3%B3nio&index=AUTHOR&uindex=&aspect=basic_search&menu=search&ri=3

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

O Amor
Estou a amar-te como o frio
corta os lábios.
A arrancar a raiz
ao mais diminuto dos rios.
A inundar-te de facas,
de saliva esperma lume.
Estou a rodear de agulhas
a boca mais vulnerável.
A marcar sobre os teus flancos
o itinerário da espuma.
Assim é o amor: mortal e navegável.

Eugénio de Andrade

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

SEGURANET


A formação dos alunos para a utilização da Internet
O Ministério da Educação criou o Projecto SeguraNet http://www.seguranet.pt com o intuito de promover a utilização esclarecida, crítica e segura da Internet na escola.

Dos diferentes conteúdos do portal destacamos a secção guia para professores, onde são disponibilizados um conjunto de orientações/ sugestões para os diferentes níveis de ensino.
Visite o site aqui.

Conheça os folhetos distribuidos, da gentileza da escola da Carapinheira, o powerpoint No chat.com e os inquéritos.
Para todos: alunos, professores, pais e encarregados de educação.


O maior problema da Internet é o anonimato que proporciona: nós nunca temos a certeza quem é que está em linha connosco


A este propósito, sairam na revista Visão uns artigos sobre os perigos na Internet. Vale a pena ler.

Para denunciar sites com conteúdos ilegais: http://linhaalerta.internetsegura.pt/

Para saber mais, aqui vai uma série de sítios portugueses sobre a matéria:
http://www.internetsegura.pt/
http://www.miudossegurosna.net/
http://www.minerva.uevora.pt/internet-segura/
http://www.seguranet.pt/index.php?section=1
http://www2.cifop.ua.pt/nonio/seguranet/guia_pais.htm
http://www.cgd.pt/Seguranca/Internet-Segura/Pages/Internet-Segura.aspx

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

O Sapo Apaixonado

Check out this SlideShare Presentation:


O sapo estava sentado à beira do rio.
Sentia-se esquisito.
Não sabia se estava contente ou se estava triste.
Toda a semana tinha andado a sonhar.
Que é que teria?
Então encontrou o Porquinho.
- Olá, Sapo - disse o Porquinho. - Não estás com muito bom ar. Que é que tens?
- Não sei - disse o Sapo. - Tenho vontade de rir e de chorar ao mesmo tempo. E aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum - tum.
- Talvez estejas constipado - disse o Porquinho. - É melhor ires para casa e meteres-te na cama.
O Sapo continuou o seu caminho. Estava preocupado.
Depois passou por casa da Lebre.
- Lebre disse ele -, não me sinto bem.
- Entra e senta-te um bocadinho - disse a Lebre, muito simpática.
- Ora então, que é que tens?
- Umas vezes fico com calor e outras vezes fico com frio. E aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum-tum.
E pôs a mão no peito.
A Lebre pensou muito, como um verdadeiro médico. Depois disse:
- Já sei. É o teu coração. O meu também faz tum-tum.
- Mas o meu às vezes faz tum-tum mais depressa do que de costume - disse o Sapo.
- Faz um-dois, um-dois, um-dois.
A Lebre foi buscar à estante um grande livro e pôs-se a virar as folhas.
- Aha! - disse ela. - Ora ouve. Coração a bater acelerado, ataque de calor e de frio… quer dizer que estás apaixonado!
- Apaixonado? - disse o Sapo, surpreendido. - Ena pá! Estou apaixonado!
E ficou tão contente que deu um salto enorme pela porta fora.

O Porquinho assustou-se muito quando o Sapo de repente caiu do céu.
- Parece que estás melhor - disse o Porquinho.
- E estou! Sinto-me óptimo - disse o Sapo. - Estou apaixonado!
- Bem isso é uma boa notícia. Por quem é que estás apaixonado? - perguntou o Porquinho.
O Sapo não tinha tido tempo para pensar nisso.
- Já sei! - disse ele. - Estou apaixonado pela linda e adorável patinha branca!
- Não pode ser - disse o Porquinho. - Um Sapo não pode estar apaixonado por uma pata. Tu és verde e ela é branca.
Mas o Sapo não se importou com isso.

Não sabia escrever, mas sabia fazer bonitas pinturas.
Quando voltou para casa fez uma pintura linda, com vermelho e azul e muito verde, que era a cor que ele gostava mais.
À noite, quando já estava escuro, saiu com a pintura e enfiou-a por baixo da porta da pata.
Com a emoção, tinha o coração a bater com toda a força.
A Pata ficou muito admirada quando encontrou a pintura.
- Quem é que me terá mandado esta linda pintura? - exclamou ela, e pendurou-a na parede.
No dia seguinte o Sapo colheu um belo ramo de flores.
Ia oferecê-las à Pata.
Mas quando chegou à porta não teve coragem para a enfrentar.
Pôs a flores na soleira da porta e fugiu o mais depressa que pôde.
E assim continuaram as coisas, dia após dia.
O Sapo não conseguia arranjar coragem para falar.
A Pata andava muito contente com todos aqueles belos presentes.
Mas quem é que os mandaria?
Pobre Sapo!
Perdeu o apetite e à noite não conseguia dormir…
E as coisas continuaram assim durante semanas.
Como é que havia de mostrar à Pata que gostava dela?
- Tenho de fazer uma coisa de que mais ninguém seja capaz - decidiu ele. - Tenho de bater o recorde do mundo de salto em altura! A Patinha vai ficar muito surpreendida, e depois ela também vai gostar de mim.
O Sapo começou logo a treinar.

Praticou salto em altura durante dias a fio.
Saltava cada vez mais alto, até às nuvens.
Nunca nenhum sapo do mundo tinha saltado tão alto.
- Que terá o Sapo? - Perguntava a Pata preocupada. - Saltar assim é perigoso. Ainda acaba por se magoar.
E tinha razão.
Às duas horas e treze minutos da tarde de Sexta-feira, as coisas correram mal.
O Sapo estava a dar o salto mais alto da história quando perdeu o equilíbrio e caiu ao chão.
A Pata, que ia a passar nessa altura, veio a correr ajudá-lo.
O Sapo mal conseguia andar. A Pata amparou-o com carinho e levou-o para casa. Tratou dele com toda a ternura.
- Ó Sapo, podia ter-te matado! - disse ela. - Olha que tens de ter cuidado. Gosto tanto de ti!
Então, finalmente o Sapo lá conseguiu arranjar coragem:
- Eu também gosto muito de ti, querida Pata - balbuciou ele.
Tinha o coração a fazer tum-tum mais depressa do que nunca, e ficou com a cara muito verde.
Desde então, amam-se perdidamente.
Um sapo e uma pata…
Verde e branca.
O amor não conhece barreiras.

"Max Velthuijs"

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Alunos do 3º ano ouvem e recontam...

Os alunos do 3º ano, da turma da professora Marília estiveram na Biblioteca dia 5 de Fevereiro para ouvir e recontar a história do Sapo Apaixonado.


Era uma vez...O sapo Apaixonado e os alunos do 1º ano da EB1 de Idanha

5 de Fevereiro: alunos do 1º ano ouvem e recontam a história do mês: O sapo Apaixonado.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

"Era uma vez...." ou como a EB1 de Termas de Monfortinho conheceu a biblioteca e ouviu sugestões de leituras com o 7ºA em aula de Ler+









Dia 29 de Janeiro os alunos da EB1 de Termas de Monfortinho vieram conhecer a biblioteca. Ouviram uma história recomendada pelo Plano Nacional de Leitura, recontaram a história com fantoches feitos pela equipa das Actividades Extra-curriculares do 1º ciclo, almoçaram no refeitório, participaram nas leituras que a turma do 7ºA lhes sugeriu e preparou em Ler+, utilizaram o quadro interactivo e finalizaram o dia no Laboratório de Química, onde fizeram experiências.
Presentes na actividade "Era uma vez..." estiveram os alunos da Unidade da Multideficiência que nos surpreenderam no reconto da história.
Foi um dia muito, muito agradável e no Festival da Primavera poderemos ver os trabalhos que nos deixaram
Esta actividade repete-se às quintas feiras e a equipa da biblioteca, o PNEP e professores de Ler+ aguardam com expectativa a chegada dos alunos das EB1 e dos Jardins.
ver mais aqui
[slideshare id=62363107&doc=newsletterinauguraodarequalificaodabe-160524221313&type=d]