terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Leituras Animadas


É já amanhã que se inicia a atividade LEITURAS ANIMADAS.Esta atividade destina-se aos alunos do 4º ano das escolas de Idanha, Ladoeiro e Zebreira.
                    
Dinamizadora: Professora Celeste Gonçalves
Colaboradores: Professora Bibliotecária, Professores Titulares de 4º ano e Assistentes Operacionais
                                                   

Público-alvo: turmas de 4º ano
Local – EB1 de Idanha, Ladoeiro e Zebreira

Tempo da atividade – 50 minutos

Objetivos a desenvolver
Incentivar a leitura, a oralidade e a representação com textos selecionados de textos da educação literária nas escolas de Idanha, Ladoeiro e Zebreira.
Criar o gosto pelo texto literário
Desenvolver competências nos domínios da interpretação e exercício do sentido crítico
▪Proporcionar espaços de desenvolvimento de actividades criativas
▪Desenvolver nos alunos o gosto pela expressão artística e pela estética

Atividades
▪ Leitura e diálogo sobre a obra de educação literária “ O menino recompensado” de António Botto.


Avaliação da actividade
▪Questionário aos alunos e professores
  ▪Trabalhos dos alunos

Concurso Escolar “Água que nos Une – II Edição”, com o subtema: Desertificação


O Geopark Naturtejo, a Comissão Nacional da UNESCO (CNU), o Comité Português para o Programa Internacional de Geociências da UNESCO (IGCP) e o Fórum Português de Geoparques organizam, em conjunto, no Ano Letivo 2013/2014, o Concurso Escolar “Água que nos Une – II Edição”, com o subtema: Desertificação. O concurso decorre no âmbito do Programa GEA – Terra Mãe, Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável (2005-2014), Década das Nações Unidas da Biodiversidade (2011-2020), Década Internacional para Ação “Água, Fonte de Vida” (2005-2015) e Década para os Desertos e Combate à Desertificação (2010-2020). O concurso é uma atividade que o Geopark Naturtejo dinamiza no âmbito dos seus Programas Educativos (www.geonaturescola.com) e destina-se a a todos os Alunos e Professores dos estabelecimentos de ensino público e privado inseridos no território do Geopark Naturtejo (concelhos de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Nisa, Oleiros, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão) do Ensino Pré-Escolar, do 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico, do Ensino Secundário e do Ensino Profissional Esta atividade visa contribuir para sensibilizar os alunos e por seu intermédio, os habitantes do território do geoparque para a temática “Água que nos Une”, com o subtema “Desertificação” estimulando a criatividade das crianças e jovens incentivando-os a produzir cartazes, telas, maquetes, filmes, e spots publicitários. O Prazo de envio das fichas de inscrição termina a 14 de março de 2014.
Todas as informações e documentação estão disponíveis no microsite dos Programas Educativos do Geopark Naturtejo, em www.geonaturescola.com
Para informações adicionais e envio da ficha de inscrição preenchida deverão entrar em contacto com a Responsável pelos Programas Educativos do Geopark Naturtejo, Manuela Catana, através do email: pergunta@geonaturescola.com ou do contacto telefónico: 926530303. 
Agradecemos que participem com os vossos alunos ou que o divulguem aos Alunos e Professores da Vossa Instituição de Ensino para que eles participem.

domingo, 1 de dezembro de 2013

Dia da Restauração da Independência

Pela primeira vez, hoje o dia da Restauração da Independência não é feriado nacional.
Até 2012, o dia da Restauração da Independência, 1 de dezembro foi feriado nacional. No entanto, a partir de 2013 e como parte de um pacote de medidas que visa aumentar a produtivadade, o governo português decidiu eliminar o feriado de 1 de dezembro. A comemoração da Restauração da Independência já não será comemorada com um feriado pelo menos até 2017.



1 de Dezembro de 1640 ppt 

Esta data relembra a ação de nobres portugueses, que a 1 de Dezembro de 1640, invadiram o Paço Real e aclamaram D. João, duque de Bragança, como rei de Portugal.
A Restauração da Independência foi o culminar de um período de grande descontentamento por parte da população portuguesa que não estava satisfeita com a união ibérica, entre Portugal e Espanha. A união ibérica originou problemas à população portuguesa, com sobrecarga de impostos e envolvimento de Portugal nos conflitos de Espanha.
Com a morte do jovem D. Sebastião na batalha de Alcácer-Quibir, Portugal enfrentou um problema de sucessão. Após o insucesso do Cardeal D. Henrique no comando da monarquia, Portugal foi regido por D.Filipe II, rei de Espanha, durante 60 anos, período que ficou conhecido por Domínio Filipino.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Rede Bibliotecas Escolares: "O risco espreita, mais vale jogar pelo seguro"




    
                       
    
Para realizar o download em PDF doLivroclique aqui »
       
Para realizar o download em PDF dasFichas de Apoio ao Livro clique aqui »

 
  
 Seguros e Cidadania nas Redes Sociais
  
  O risco está sempre à espreita. Quantas vezes surgem acidentes mais ou menos graves ou até catástrofes que nos apanham de surpresa. O seguro foi inventado para proteger a humanidade. E esta coleção destina-se a dar a conhecer as potencialidades que os seguros nos oferecem.

19 exemplares na BE com fichas de trabalho

Almeida Garret

Almeida Garrett

Uma pequena ajuda para os alunos do 11º ano:



das leituras interpretativasdo Frei Luís de Sousa de Almeida Garrett 

Bom trabalho!

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Bibliotecas RBE (Portugal): a base dados 2014 (BD2014) será preenchida em duas fases distintas:
- a primeira, que decorrerá de 11 a 29 de novembro, destina-se apenas à recolha da informação das secções A e D (subsecções D1 e D2);
- a segunda, de 2 a 30 de junho de 2014, secções B, C e D.

O acesso ao inquérito é efetuado a partir do Sistema de informação RBE (SI) 
http://www.rbe.mec.pt/si .

O preenchimento dos questionários deverá ser efetuado pelas escolas sede de agrupamento e escolas não agrupadas.


Lenda de São Martinho.wmv



 Num dia de tempestade, ia S. Martinho, valoroso soldado, montado no seu cavalo, quando viu um mendigo quase nu, tremendo de frio, que lhe estendia a mão. S. Martinho não hesitou: parou o cavalo e passou a sua mão carinhosamente na do pobre. Em seguida, com a espada, cortou a meio a sua capa de militar, dando metade ao mendigo. Apesar de mal agasalhado e de chover torrencialmente, o cavaleiro continuou o seu caminho, cheio de felicidade. Mas, subitamente, a tempestade desfez-se. O céu ficou límpido. E um sol de Estio inundou a terra de luz e calor. Para que nunca se apague da memória dos homens este acto de bondade praticado pelo cavaleiro, diz-se que, nessa mesma época, todos os anos, cessa por alguns dias o tempo frio. É o... O céu fica azul e o sol reaparece Verão de quente e brilhante. S. Martinho!! 

in, Flores para Crianças Fernando Cardoso 
Provérbios relativos a S. Martinho

No dia de S. Martinho… lume, castanhas e vinho!
Em dia de S. Martinho, vai à adega e prova o vinho 
No dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho No dia de S. Martinho mata o teu porco e faz o teu vinho
No dia de S. Martinho vai à adega e prova o (teu) vinho
No dia de S. Martinho, abre o teu pipo e prova do teu vinho
No dia de S. Martinho, assa as castanhas e molha-as com vinho
No dia de S. Martinho, encerra o porquinho, souta o soutinho e prova o teu vinho
 No dia de S. Martinho, fura-se o pipinho, mas quem for honrado já o deve ter furado
Pelo S. Martinho, abatoca o teu vinho
Pelo S. Martinho, comem-se as castanhas e prova-se o vinho
Pelo S. Martinho, vai à adega e prova o teu vinho Pelo S. Martinho, abatoca o teu pipinho
Pelo S. Martinho, deixa a água para o moinho
Pelo S. Martinho, lume, castanhas e vinho
Pelo S. Martinho, mata o porco e semeia o cebolinho
Pelo S. Martinho, mata teu porco e bebe o teu vinho
Pelo S. Martinho, nem nabo, nem cabacinho
Pelo S. Martinho, prova o teu vinho; ao cabo de um ano já te não faz dano
Pelo S. Martinho, semeia a fava e o linho
Pelo S. Martinho, semeia o teu cebolinho
Por S. Martinho, todo o mosto é bom vinho
Por S. Martinho, nem favas nem vinho
Queres espantar o vizinho? Lavra e estruma no S. Martinho
Se o Inverno não erra o caminho tê-lo-eis no S. Martinho
Se queres pasmar teu vizinho, lavra, sacha e esterca pelo S. Martinho
Vindima em Outubro que S. Martinho to dirá.


quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Padrões de referência para a condução do trabalho das bibliotecas escolares e das ações do Programa RBE até 2020.



Programa Rede de Bibliotecas Escolares. Quadro estratégico: 2014-2020.


Padrões de referência para a condução do trabalho das bibliotecas escolares e das ações do Programa RBE até 2020.
http://www.rbe.mec.pt/np4/qe.html

Visão e prioridades: É definido um conjunto de padrões de qualidade para as bibliotecas escolares:

1 Lugares de conhecimento e inovação, capazes de incorporar novas práticas pedagógicas.
2 Espaços de integração social, indispensáveis ao combate à exclusão e ao abandono escolar.
3 Locais de formação e desenvolvimento da competência leitora, condição de todo o conhecimento.
4 Focos difusores do gosto e do prazer de ler, fundamentais à construção de hábitos de leitura.
5 Áreas de ensino, essenciais à formação para as literacias digitais, dos média e da informação.
6 Núcleos de apoio pedagógico, cruciais ao cumprimento dos objetivos educativos da escola.
7 Ambientes flexíveis, adaptados às mudanças tecnológicas e às necessidades dos utilizadores.
8 Estruturas lideradas por profissionais qualificados, aptos a responder às exigências funcionais e pedagógicas da escola.
9 Serviços de informação com conteúdos e recursos tecnológicos capazes de responder à mudança.
10 Redes dinâmicas sustentadas em práticas consistentes e enraizadas na comunidade.
11 Sistemas de cooperação com a sociedade, promotores da partilha de recursos e de saberes.
12 Organizações inclusivas, garantes da igualdade no acesso a serviços e recursos de informação.
13 Unidades de gestão, orientadas para a qualidade e a excelência.

O quadro que se apresenta caracteriza o perfil a atingir pelas bibliotecas nestas diferentes dimensões-chave e indica as linhas de ação a prosseguir pelo Programa RBE no período 2014-2020. http://www.rbe.mec.pt/np4/qe.html

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Liberdade de expressão e redes sociais | SIC Esperança

Liberdade de expressão e redes sociais | SIC Esperança

in http://www.rbe.min-edu.pt/np4/1041.html
Liberdade de expressão e redes sociais
SIC Esperança, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares, lança o projeto Liberdade de expressão e redes sociais destinado a promover, entre os mais jovens, a reflexão sobre o caráter essencial da liberdade de expressão nas sociedades democráticas e o importante contributo das redes digitais do século XXI no alargamento do acesso à informação e à comunicação interativa. Pretende, igualmente, identificar e prevenir riscos e abusos ligados ao seu uso.
Poderão concorrer os alunos do 3º ciclo do ensino básico (idade igual ou superior a 13 anos) e do ensino secundário, através da apresentação de trabalhos de grupo com conteúdos originais e em formato de texto, vídeo, podcast, banda desenhada, fotografia ou desenho (ver Regulamento).  É obrigatório que cada grupo tenha um professor orientador, que poderá ser o professor bibliotecário. A mesma escola pode apresentar vários trabalhos a concurso, até ao dia 22 de novembro de 2013.
Os vencedores do 1º prémio terão a oportunidade de participar na elaboração de um Jornal da Noite da SIC e, ainda, de verem o seu trabalho divulgado nos meios de comunicação do grupo Impresa. As escolas/ bibliotecas dos alunos premiados (1º, 2º e 3º prémios) receberão as publicações do grupo Impresa indicadas no Regulamento.
No sítio da SIC Esperança, está disponível o documentário sobre a censura em Portugal, Lápis Azul, de Rafael Antunes, para servir de suporte e ponto de partida do concurso.
Qualquer esclarecimento pode ser solicitado a sicesperanca@sic.pt.

DOCUMENTÁRIO "LÁPIS AZUL" [+]

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

book gratuito: “Contos Populares Portugueses” de Adolfo Coelho

http://lerebooks.wordpress.com/2013/10/31/ebook-gratuito-contos-populares-portugueses-de-adolfo-coelho/

Título: Contos Populares Portugueses
Autor: Adolfo Coelho
Edição: Agrupamento de Escolas de Rio de Mouro
1.ª edição: outubro de 2013
Formato: epub
Inclui as seguintes histórias populares:
História da Carochinha
O Macaco do Rabo Cortado
O Pinto Borrachudo
A Formiga e a Neve
O Príncipe Sapo
O Coelhinho Branco
O Príncipe com Orelhas de Burro
História do Compadre Rico e do Compadre Pobre
Bela-Menina
Comadre Morte
Os Dois Irmãos
O Compadre Lobo e a Comadre Raposa
AVelha e os Lobos
A Romãzeira do Macaco
A Cacheirinha
Os Meninos Perdidos
O Conde Encantado
O Colhereiro
João Pequenito
Mais vale quem Deus ajuda, que quem muito madruga
A Afilhada de Santo António
A Raposinha Gaiteira

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

JORGE SOUSA BRAGA, in HERBÁRIO (Assírio & Alvim, 1999) AS ÁRVORES E OS LIVROS

JORGE SOUSA BRAGA, in HERBÁRIO (Assírio & Alvim, 1999)


AS ÁRVORES E OS LIVROS


As árvores como os livros

têm folhas e margens lisas ou recortadas,

e capas (isto é copas) e capítulos

de flores e letras de oiro nas lombadas.


E são histórias de reis, histórias de fadas

as mais fantásticas aventuras,

que se podem ler nas suas páginas,

no pecíolo, no limbo, nas nervuras.


As florestas são imensas bibliotecas,

e até há florestas especializadas,

com faias, bétulas e um letreiro

a dizer: «Floresta das zonas temperadas».


É evidente que não podes plantar

no teu quarto, plátanos ou azinheiras.

Para começar a construir uma biblioteca,

basta um vaso de sardinheiras.



*

Guache e tinta: Blue Tree Books, 2010

*

(LT)

domingo, 27 de outubro de 2013

A ovelhinha que veio para jantar

28 de outubro – Dia Nacional da Biblioteca Escolar

Outubro é o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares
Segundo os princípios estabelecidos pela International Association of School Librarianship (IASL), o "Mês Internacional da Biblioteca Escolar" permite aos responsáveis pelas bibliotecas escolares, em todo o mundo, escolher um dia, em outubro, que melhor se adeque à sua situação de forma a celebrar a importância das bibliotecas escolares. O Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares decidiu declarar o dia 28 de outubro como o Dia da biblioteca escolar, permitindo, deste modo, às escolas a preparação atempada de atividades específicas a realizar nesse dia, independentemente das ações que possam levar a efeito noutros dias do mês.
A RBE associa-se, deste modo, a este evento internacional, convidando todas as bibliotecas a inserirem na página de atividades do portal RBE, durante o mês de outubro, uma atividade que considerem significativa e ilustrativa do modo como comemoraram a data. À medida que forem sendo publicadas, a RBE divulgará nos Destaques algumas destas atividades. Este envio também pode ser dirigido por mail para a IASL, de modo a que a atividade possa constar, igualmente, da sua página "What people are doing for ISLM 2013".
Para celebrar a data, a IASL propôs, como habitualmente, um tema aglutinador: Biblioteca escolar: uma porta para a vida.







terça-feira, 15 de outubro de 2013

Dia das Bandeiras Verdes - Eco-Escolas

E foi assim…

No dia 27 de Setembro a nossa Escola foi galardoada com mais uma bandeira verde.

É naturalmente a prova de que foi realizado um trabalho na área da educação e para a sustentabilidade .
Toda a comunidade educativa envolvida está de parabéns ,no entanto queria aqui agradecer a disponibilidade e envolvência das seguintes entidades: Associação de Pais do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro de Idanha-a-Nova, Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Geopark Naturtejo, Valnor e Quercus.

O projeto continua a ser desenvolvido neste ano letivo e ainda com mais vontade de corresponder às expectativas de todos e revelar um importante contributo para o progresso na escala da literacia ambiental através do recurso a metodologia participativas de exercício da cidadania, um dos principais objetivos do Eco-Escolas.

                                 A coordenadora do projeto Eco-escolas,       Margarida  Figueiredo

pode ler mais aqui: https://www.ipp.pt/personnel/News.aspx?id=6151&back=/personnel/News_Tag.aspx?tag=estsp

domingo, 13 de outubro de 2013

Nobel da Literatura para escritora canadiana



Alice Munro é a vencedora do prémio Nobel da Literatura 2013, anunciado, esta quinta-feira, em Estocolmo, no aniversário da morte do industrial e filantropo sueco Alfred Nobel, que o instituiu.

O galardão, no valor de oito milhões de coroas suecas (925 mil euros) foi anunciado pelo secretário da Academia Sueca no histórico edifício da Bolsa, na baixa de Estocolmo.
Alice Munro, de 83 anos, torna-se assim a 13.ª mulher a ganhar o Nobel da Literatura desde que o prémio foi instituído, em 1901. É também a primeira vez que o prémio vai para um canadiano.
Na biografia que divulga da escritora, a academia sueca aplaude os contos de Munro, que focam "a fragilidade da condição humana", e elogiam a "narrativa afinada" da escritora, "que se caracteriza pela clareza e pelo realismo psicológico".
"Alguns críticos consideram-na um Tchekhov canadiano", acrescenta a academia.
"As suas histórias passam-se frequentemente em pequenas localidades, onde a luta por uma existência socialmente aceitável muitas vezes resulta em relações tensas e conflitos morais - problemas que resultam de diferenças geracionais e ambições de vida que colidem", escreve ainda.
Os seus textos descrevem frequentemente "eventos do dia-a-dia, mas decisivos; verdadeiras epifanias que iluminam a história e deixam questões existenciais aparecer num relâmpago", pode ler-se no texto da academia.
Já nos últimos dias o nome de Alice Munro era referido como favorito, embora a escritora não surgisse nos primeiros lugares da lista de apostas.
Alice Munro nasceu a 10 de julho de 1931 em Wingham, na província canadiana de Ontário. A mãe era professora e o pai era criador de raposas.
Após terminar o liceu, começou a estudar jornalismo e inglês na Universidade de Western Ontario, mas interrompeu os estudos quando se casou, em 1951.
Juntamente com o marido, estabeleceu-se em Victoria, em British Columbia, onde o casal abriu uma livraria.
Apesar de ter começado a escrever histórias quando ainda era adolescente, sópublicou o seu primeiro livro em 1968, a coleção de contos "Dance of the Happy Shades" (Dança das Sombras Felizes), que recebeu uma atenção considerável no Canadá.
Munro é sobretudo conhecida pelos seus contos e publicou muitas coleções ao longo dos anos, nomeadamente "Amada Vida", "Fugas" e "O Amor de Uma Boa Mulher", publicadas em Portugal pela editora Relógio d'Água.
Atualmente, Alice Munro vive em Clinton, perto da sua cidade natal em Ontário.
Munro vai receber oito milhões de coroas suecas (915.000 euros) e receberá o prémio numa cerimónia a 10 de dezembro, data do aniversário do fundador dos prémios, Alfred Nobel, em 1896.
Nos últimos 10 anos, o Nobel da Literatura distinguiu nomes como o chinês Mo Yan (2012), o sueco Tomas Tranströmer (2011), o peruano Mario Vargas Llosa (2010), a alemã de origem romena Herta Müller (2009), o francês Jean-Marie Gustave Le Clézio (2008), a britânica Doris Lessing (2007), o turco Orhan Pamuk (2006), o britânico Harold Pinter (2005), a austríaca Elfriede Jelinek (2004) e o sul-africano J.M. Coetzee (2003).
A língua portuguesa foi laureada uma única vez, em 1998, com a atribuição do prémio ao escritor José Saramago, justificada pela Academia sueca com o facto de ele, "com parábolas sustentadas em imaginação, compaixão e ironia, permitir mais uma vez apreender uma realidade evasiva".

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

COMEMORAÇÃO DO DIA MUNDIAL DA MÚSICA - 1 DE OUTUBRO

Ontem, durante a manhã, ouviu-se música por toda a escola. O grupo de Educação Musical, em parceria como Conservatório Regional de Castelo Branco, com os participantes : 2 docentes da referida escola,  Joaquim Pires e Bruno Cândido e juntamente com 3 alunos do agrupamento:  David Couchinho, Mariana e Filipe.
Tocaram diferentes instrumentos  e explicaram o seu funcionamento : saxofone tenor, guitarra e trompete.
Todas as turmas foram contempladas nesta iniciativa que faz parte do Plano Anual de Atividades 2013/2014 e dinamizada pelo nosso professor António Pedro Gonçalves.

domingo, 29 de setembro de 2013

Miguel Cervantes - 29/9/1547

A 29 de setembro de 1547, nasceu Miguel de Cervantes, foi romancista, dramaturgo e poeta castelhano. A sua obra-prima, Dom Quixote, muitas vezes considerado o primeiro romance moderno, é um clássico da literatura ocidental e é regularmente considerado um dos melhores romances já escritos. A sua influência sobre a língua castelhana tem sido tão grande que o castelhano é frequentemente chamado de La lengua de Cervantes (A língua de Cervantes).
http://pt.wikipedia.org/wiki/Miguel_de_Cervantes

Bibliotecas escolares 3.0: Gestión de contenidos en los centros educativos

http://documania20.wordpress.com/2012/10/15/bibliotecas-escolares-3-0-gestion-de-contenidos-en-los-centros-educativos/#comment-
Que las bibliotecas han de adaptarse a las necesidades del nuevo modelo de sociedad surgido a partir de las posibilidades que ofrece esta “Era digital” es una evidencia sobre la que se ha escrito abundantemente. Esta es sólo otra ocasión más en la reflexión del papel de la Biblioteca 3.0, en este caso, en las bibliotecas escolares con ocasión del Día Internacional de la Biblioteca Escolar.631

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Ler+ jovem

Ler+ jovem é um novo projeto de leitura, lançado pelo Plano Nacional de Leitura (PNL) com o apoio da Rede de Bibliotecas Escolares e a colaboração da Universidade do Minho (2012-14).
A iniciativa dirige-se aos alunos do ensino secundário e tem por principal estratégia o envolvimento e dinamização da leitura pelos jovens junto da respetiva comunidade, usufruindo, para o efeito, da orientação de professores e da colaboração das bibliotecas escolares e públicas.
Além destes, contará também com a participação de especialistas do ensino superior, visando a produção de conhecimento na área da promoção da leitura junto dos jovens e adultos.

O PROJETO VISA [+]

2012-14 [+]

2013-15 [+]

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Adeus António Ramos Rosa.

Dizem que é jardim 
porque repousa 

E diz-se também que se ilumina
em pausas
repentinas

Mas que dizer da trama
em movimento?

Que dizer do vento?
Que se prepara o incêndio
aqui na folha

ANTÓNIO RAMOS ROSA

http://conta-meumconto.blogspot.pt/2011/10/69-poema-escrito-por-quem.html


Clube de leitores: Dizemos até sempre, António Ramos Rosa

Clube de leitores: Dizemos até sempre, António Ramos Rosa: É por Ti que Vivo Amo o teu túmido candor de astro a tua pura integridade delicada a tua permanente adolescência de segredo a tua fragili...

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Desafios SeguraNet 2013/14

Desafios SeguraNet 2013/14


16 de Setembro, 2013
A sétima edição dos  Desafios SeguraNet 2013/ 2014 terá início no dia 1 de outubro de 2013. Esta atividade prolongar-se-á até ao dia 31 de maio de 2014.
Os Desafios SeguraNet dirigem-se a todos os ciclos do Ensino Básico e ao Ensino Secundário.

Programa Parlamento dos Jovens - Inscrições abertas

Programa Parlamento dos Jovens - Inscrições abertas

in http://juventude.gov.pt/Eventos/Cidadania/Paginas/Programa-Parlamento-dos-Jovens-inscricoes-abertas.aspx

Até 18 de outubro!
CIDADANIA
Data: 01-09-2013 a 18-10-2013...
Agenda: Nacional
Local: Todo o país
Promotor: IPDJ, IP, e Assembleia da República
Contactos: Linha da Juventude 707 20 30 30


Nesta edição, os temas em debate são:
  • “Crise Demográfica (emigração, natalidade e envelhecimento) ” (Ensino Secundário)
  • “Drogas – evitar e enfrentar as dependências” (Ensino Básico)


Para saber mais:

Inserir citações e bibliografia

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Mais sobre Aquilino Ribeiro

Se quiserem enviar um pin de parabéns ;-)  a pin for Aquilin(o)   

Ou fazer um - a maioria foi feita aqui : é fácil e ficam giros   http://recitethis.com/

Tudo da Manuela D.L.Ramos, PB do Agrupamento de Escolas Campo Aberto, Beiriz

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

AQUILINO RIBEIRO - OS LIVROS DE AQUILINO RIBEIRO PARA A INFÂNCIA E JUVENTUDE

Trabalho da professora bibliotecária Manuela D.L.Ramos, a quem se agradece a partilha e contribuição para uma maior divulgação destas obras, a propósito do aniversário do escritor Aquilino Ribeiro.
                         webfolios sobre os livros de Aquilino Ribeiro para a infância e juventude
                         links no Scoop.it. 
Os  webfolios criados no "livebinder" têm a opção de poderem (ou não) serem copiados e mudarem a autoria (com outro nome, da biblioteca, etc..) e a autora publicou-os publiquei-os com essa opção de cópia pública e com a licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Portugal License
É considerado por alguns como um dos romancistas mais fecundos da primeira metade do século XX. Inicia a sua obra em 1907 com o folhetim "A Filha do Jardineiro" e depois 1913 com os contos de Jardim das Tormentas e com o romance A Via Sinuosa, 1918, e mantém a qualidade literária na maioria dos seus textos, publicados com regularidade e êxito junto do público e da crítica.

[slideshare id=62363107&doc=newsletterinauguraodarequalificaodabe-160524221313&type=d]