sábado, 2 de fevereiro de 2019

A história do Hino Nacional

A 1 de Fevereiro de 1890 ouvia-se pela primeira vez o nosso hino.

O Hino Nacional, também conhecido pela “Portuguesa”, foi composto em 1890 como uma canção de protesto na sequência do ultimato inglês. Adotada pelos republicanos, veio a transformar-se no hino em 1911.

A letra de ‘”A Portuguesa” foi escrita por Henrique Lopes de Mendonça e a música composta por Alfredo Keil.

O tema surge em 1890 na sequência do ultimato inglês que exigia a retirada dos portugueses dos territórios entre Angola e Moçambique. A imposição foi considerada uma afronta ao país, mas a coroa, apesar dos protestos, pouco pôde fazer para reverter a situação.
A versão completa d’”A Portuguesa” afirmava a independência e apelava ao patriotismo contra os “Bretões” (britânicos), palavra que foi substituída na versão atual pela palavra “Canhões”. Foi rapidamente adotada pelos revolucionários republicanos que a cantaram quando em 31 de Janeiro de 1891 tentaram, no Porto, um primeiro golpe de estado para derrubar a coroa. A monarquia proibiu-a.
Com a implantação da República em 1910 a canção voltou a ouvir-se nas ruas e foi consagrada como Hino Nacional em 19 de junho de 1911 pela Assembleia Constitutiva.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

1 de fevereiro de 1908 – Regicídio de D. Carlos e D. Luís Filipe




1 de fevereiro de 1908 – Regicídio de D. Carlos e D. Luís Filipe na “Ilustração Portuguesa.” 







Regicídio - 1 de fevereiro de 1908.  



Ensina RTP  






“Apontamentos indispensáveis se eu morrer.”

É desta forma que Manuel dos Reis Buiça, o regicida que mataria o rei D. Carlos com um tiro de carabina na nuca, inicia o seu testamento. Estava-se no dia 28 de janeiro de 1908, ou seja a quatro dias do atentado mortal contra a mais alta figura da realeza portuguesa. O facto da assinatura do testamento de Buiça ter ocorrido no mesmo dia da tentativa de derrubar o governo ditatorial de João Franco (Golpe do Elevador da Biblioteca) dificilmente se trata de uma coincidência. Provavelmente, o regicida previra a possibilidade de poder vir a morrer no decorrer do golpe e tentara salvaguardar, se não o futuro financeiro dos seus dois filhos, pelo menos o legado do seu nome. Pode ler-se no testamento «... ficaram-me de minha mulher dois filhos a saber: Elvira que nasceu em 19 de dezembro de 1900, na rua de Santa Martha numero... rez do chão e que não está ainda baptisada nem registada civilmente por motivos contrarios da minha vontade; e Manuel que nasceu em 12 de Setembro de 1907 nas Escadinhas da Mouraria numero quatro, quarto andar, esquerdo». Como o próprio pai menciona no seu testamento, Elvira e o pequeno Manuel viviam consigo e com a avó materna nas Escadinhas da Mouraria. A mulher de Buiça, D. Hermínia Augusta da Costa Buiça, filha de um major de cavalaria, havia já falecido. Os restantes membros da família Buiça viviam em Vinhais, para onde, segundo Manuel dos Reis Buiça, «se deve participar a minha morte ou o meo desapparecimento caso se deam». Prevendo a sua morte, Buiça afirma ainda no seu testamento que os seus filhos perderão, em breve, o seu pai. Lamenta ainda o facto dos seus filhos irem ficar «pobríssimos», já que não «tenho nada que lhes legar senão o meu nome e o respeito e compaixão pelos que soffrem». Manuel dos Reis Buiça termina o seu testamento pedindo que eduquem os seus filhos segundo os «principios de liberdade, egualdade e fraternidade em que eu comungo...», ou seja, segundo os princípios republicanos que defendia, «... e por causa das quaes ficarão, porventura, em breve, orfãos». 
No dia 1 de fevereiro de 1908, após o regicídio, Manuel dos Reis Buiça foi morto. Nos meses que se seguiram à sua morte a sua campa, sempre repleta de flores, foi visitada por muitos republicanos, tendo sido aberta uma subscrição pública destinada a auxiliar financeiramente os filhos que deixara órfãos.





domingo, 27 de janeiro de 2019

É este o link do jornal online

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, 27 de janeiro.

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, 27 de janeiro. O site do Congresso Mundial Judaico, com o apoio da UNESCO, disponibiliza um conjunto de ferramentas, factos, documentos e testemunhos sobre o Holocausto. ver aqui
#weremember








quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

 
         

Pela 13ª vez, participamos no Concurso Nacional de Leitura !

Alunos apurados:
1º ciclo -  Henrique Estrela e Mariana Poças, ambos de 4º ano.
2º ciclo - Inês Tapadas, 5ºA e Maria Judite Galvão, 6ºB.
3º ciclo - Margarida Morgado, 9ºA e Ana Rita Galvão, 8ºB.

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Enquanto aguardamos notícias do bibliop@per do MIBE ( Mês Internacional das Bibliotecas Escolares)  informamos que o livro para a 1ª fase do Concurso nacional de Leitura, do 2º ciclo é
TRISAVÓ DE PISTOLA À CINTA, de ALICE VIEIRA.


Existem exemplares na tua BE. Requisita e lê!

































































































































terça-feira, 25 de setembro de 2018

Em Outubro.....

...vamos celebrar as bibliotecas escolares. Sempre no mês de outubro. Em todo o lado. Fale-se português, inglês, francês ou outra língua.

O tema é  “Why I Love My School Library", mas ainda não existe tradução oficial.
 Por que adoro a minha Biblioteca?

Receção aos alunos e entrega de diplomas

A 14 de setembro de 2018, no auditório exterior do Centro Cultural Raiano, foram dadas as boas vindas aos alunos do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro e entregues os diplomas do Quadro de Excelência e diplomas aos finalistas do ensino secundário.

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Cerimónia de apresentação nacional dos projetos de inclusão Todos Juntos Podemos Ler

Decorreu, no passado dia 18, no auditório da Escola Secundária Eça de Queiroz, em Lisboa, uma cerimónia em que foi dado destaque às bibliotecas cujos projetos lhes mereceram a inclusão nas várias modalidades da Candidatura RBE 2018 (Integração; Ideias com mérito; Leituras... com a biblioteca; Biblioteca digital) e também as que integram a nova fase do projeto Todos juntos podemos ler.
A cerimónia terminou em ambiente festivo com a distribuição aos representantes das escolas dos certificados relativos aos projetos distinguidos e apoiados. Também os coordenadores interconcelhios receberam certificados.
O nosso Agrupamento também recebeu certificado com o Projeto Ler + com todos. Parabéns à EQUIPA, à Direção e aos Parceiros do Projeto.






quinta-feira, 8 de março de 2018

1ª Sessão do Chá dos Pais


Na passada 4ª feira, dia 28 de fevereiro realizou-se a primeira de várias sessões intitulada de “O Chá dos Pais”, esta iniciativa está integrada no projeto – Todos Juntos Podemos Ler, que a Biblioteca do Agrupamento lançou em parceria com a RBE e tem como principal objetivo a criação de bibliotecas inclusivas, capazes de proporcionar oportunidades de leitura para todos os alunos, mas mais do que isso, proporcionar uma oportunidade de integração e apoio aos mais variados níveis para as diferentes comunidades, nomeadamente a Indiana na nossa região.
Visa promover troca de experiências, conhecimentos e cultura, através destas sessões, que contam com o apoio de uma equipa de apoio aos alunos e famílias estrangeiras, como assistente social, psicóloga, e um grupo de professores especializados em diferentes áreas. Deste projeto, irá resultar a criação de recursos digitas de várias disciplinas para que a língua deixe de ser um obstáculo para a aprendizagem dos alunos e possa promover a inclusão social, promover o sucesso escolar dos alunos e a igualdade de oportunidades.
Este projeto tem várias parcerias que contribuem de forma significativa para a concretização do mesmo, entre os quais: Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Junta de freguesia de Idanha-a-Nova e Alcafozes, ESGIN, Associação de Pais do Agrupamento, CPCJ, Centro Qualifica e CMCD.

Autor do mês de março


Luís Sepúlveda nasceu em Ovalle a 4 de outubro de 1949, é um romancista, realizador, roteirista, jornalista e ativista político chileno. Reside atualmente em Gijón, em Espanha, após viver entre Hamburgo e Paris. 
 
Algumas obras deste autor:
"A história de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar" (obra recomendada para o 7º ano da escolaridade); 

"O Velho que Lia Romances de Amor";
"História de um caracol que descobriu a importância da lentidão" ;
"História de um cão chamado Leal" ;
"História de um gato e de um rato que se tornaram amigos" ; 
e outras mais… 
Luis Sepúlveda recebeu, entre outros, os seguintes prémios literários:
  • Prémio Gabriela Mistral de poesia (1976)
  • Prémio Rómulo Gallegos de novela (1978) 
  • Prémio Tigre Juan de novela (1988) 
  • Prémio de relatos cortos «La Felguera» (1990) 
  • Prémio Eduardo Lourenço (2016)
Na biblioteca do nosso Agrupamento encontra-se uma pequena exposição com algumas das obras do autor.

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Autor do mês Janeiro

Este mês de janeiro a escolha do autor do mês recaiu sobre a autora Maria Alberta Menéres com obras conhecidas como Ulisses e Dez dedos dez segredos, mas também reconhecida como professora e colaborada em vários jornais e revistas literárias - "Diário de Notícias", "Távola Redonda", "Cadernos do Meio Dia" e "Diário Popular", onde coordenou a secção de iniciação à literatura. 



segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Teatro escolar "A Farsa de Inês Pereira"

Apresentado pela companhia de teatro AtrapalhArte que dinamiza a peça "A Farsa de Inês Pereira" e tem como público alvo o ensino secundário, decorre no dia 16 pelas 14:30 no Centro Cultural Raiano.
Patrocinado pela junta de freguesia de Idanha-a-Nova e Alcafozes.

Workshop "Modern Skills"

Decorre no dia 16 de janeiro das 9H às 12H na biblioteca do Agrupamento de Idanha-a-Nova.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

FADA DA ASA TORTA

Vídeo realizado pelos professores do Ensino Especial do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Concurso Postal de Natal

A biblioteca lançou um novo desafio, o Concurso Postal de Natal, pretende-se que os alunos concorram com um postal alusivo à época natalícia, fazendo uma ilustração acompanhada de um texto. Os melhores trabalhos serão premiados!!!

Autor do mês de Novembro

Foi realizada uma pesquisa pela equipa da Biblioteca do Agrupamento com a finalidade de escolher o autor do mês em causa. A seleção recaiu sobre a conhecida autora Sophia de Mello Breyner Andresen.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

31 de outubro Dia das Bruxas

A biblioteca escolar do Agrupamento José Silvestre Ribeiro assinala o dia 31 de outubro "Dia das Bruxas" com surpresas ... visita e descobre o que temos para ti.

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Comemoração do Dia das Bibliotecas Escolares

Hoje dia 23 de outubro celebra-se o Dia das Bibliotecas Escolares, a nossa biblioteca não quis deixar passar o dia e decidiu organizar um quiz para os alunos do 2º ciclo com o tema "Ligando Comunidades e Culturas".

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Concurso "Caça à fruta", 16 de outubro


2ª feira, 16 de outubro

Concurso “Caça à fruta” no Dia Mundial da Alimentação, decorre pelas 10 horas, com equipas de 4 alunos da mesma turma, inscrições até dia 13 de out na biblioteca.

“A Terra Treme” na próxima sexta-feira, 13



Proteção Civil promove um exercício, à escala nacional, para preparar os portugueses para um possível sismo. Tudo se passará durante um minuto, exatamente às 10h13 da próxima sexta-feira

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/sociedade/2017-10-10-A-Terra-Treme-na-proxima-sexta-feira-13

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

11ª edição do Concurso Nacional de Leitura - Prova regional

O Concurso Nacional de Leitura - Prova regional,  11ª edição,  organizado por CIM - Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) qu8e compreende os municípios de  Castelo BrancoIdanha-a-NovaOleirosPenamacorProença-a-Nova e Vila Velha de Ródão vai decorrer no Município de Penamacor.

Data da prova : quarta-feira, dia 3 de maio.
Obras escolhidas para as provas do 3º ciclo e secundário
            3º ciclo : O rapaz do caixote de madeira de Leon Leyson
        secundário : Cândido ou o otimismo de Voltaire

Atividades de motivação para a leitura e desenvolvimento de competências

 Cronograma com atividades de motivação para a leitura e desenvolvimento de competências a decorrer proximamente.  As atividades constam do PAA e resultam da colaboração com o Projeto Afirma-te, do Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento.  

ver aqui







terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" de Celeste de Almeida Gonçalves

Powerpoint para divulgação do livro de Celeste Almeida Gonçalves, professora de Filosofia no Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanha-a-Nova. Está em modo de apresentação e também em PDF
Penso que irão apreciar o livro. A escrita flui, a história é atual e trabalha os valores e sentimentos. As ilustrações são de Cristina Malaquias.
Em breve teremos um workshop na Semana da Leitura.

[slideshare id=62363107&doc=newsletterinauguraodarequalificaodabe-160524221313&type=d]